quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Doses de Ânimo 20 - ENXERGUE A VIDA

FONTE  YOUTUBE
Enxergue como tudo a sua volta é bom. como a vida é bela. depende de nós escolhermos vê-la assim ou não. purifique a sua mente e limpe-se da maldade. enxergue a vida de forma diferente. você pode fazer mais e melhor!!

Implante de chip chega ao Brasil por R$ 490

O bio chip programável, que pode ser usado para abrir portas, dar partida no carro e fazer login no computador já é uma realidade em vários países do mundo. O norte-americano Amal Graafstra, que afirma ser seu inventor estará no Brasil para oferecer o implante de chip aos interessados.
Graafstra é conhecido como um dos primeiros biohackers do mundo. Ele possui dois microchips que usam tecnologia RFID implantados nas mãos. A partir do próximo sábado, 11, durante o Roadsec, um festival de cultura hacker, os chips estarão disponíveis por R$ 490. A aplicação poderá ser feita na hora, durante o evento.

Cada chip, do tamanho de um grão de arroz, fica na mão da pessoa e pode ser programado com diversas funções através do smartphone. Eles são capazes de “substituir crachás de proximidade, destravar celulares compatíveis com a tecnologia NFC e armazenar informações pessoais, como ficha médica ou senhas de uma carteira de bitcoin”, afirma um porta-voz do Roadsec. Com informações Olhar Digital

MPF emite documento que permite exposição de crianças ‘a todo o tipo de arte’

O Documento foi divulgado tendo em vista os recentes episódios de performances artísticas classificadas como imorais ou de natureza pedófila
O documento foi divulgado tendo em vista os polêmicos episódios de performances artísticas classificadas como imorais ou de natureza pedófila
A Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC), do Ministério Público Federal (MPF), publicou nesta segunda-feira (6) uma nota técnica que traz uma análise jurídico-constitucional sobre a liberdade artística e a exigência de proteção de crianças e adolescentes contra a violência sexual e contra conteúdos inapropriados às suas faixas etárias.
O documento foi encaminhado aos ministros da Cultura, da Justiça e dos Direitos Humanos, e a órgãos como o Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda) e a Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados. Uma cópia também foi entregue ao Instituto Brasileiro de Museus – autarquia federal responsável pela política nacional na área -, e a dezenas de museus, fundações e institutos de arte em todo o país, como o Museu de Arte de São Paulo (Masp) e o Museu de Arte do Rio de Janeiro (MAR).
Detalhes do documento
Segundo o documento o direito brasileiro não criminaliza a pedofilia, que é entendida como um transtorno mental, mas sim a violência sexual contra crianças e adolescentes. Os crimes estão previstos no Código Penal e no Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA e envolvem a prática de atos lascivos com ou na presença de crianças, ou ainda a produção, comercialização, distribuição e posse de fotografias e imagens de crianças e adolescentes reais em uma cena de sexo explícito ou pornográfica.
A nota diz ainda que nem toda nudez, adulta ou infantil, envolve a prática de ato lascivo ou tem por fim a confecção de cena ou imagem sexual. “Não apenas em culturas indígenas, como também em muitas práticas comuns no Brasil e em outros países, a nudez está desprovida de qualquer conteúdo lascivo. É o que ocorre, por exemplo, com o naturismo”, registra o documento.
Os procuradores afirmam que, no âmbito da artes, a nudez e sua representação fazem parte do registro de todas as civilizações, e que apresentações envolvendo a nudez do artista ocorrem com frequência em museus de arte contemporânea e moderna do mundo.
A nota da PFDC registra também que, diversamente do que se tem dito a respeito do assunto, segundo o critério adotado pelo próprio órgão do Ministério da Justiça encarregado de fazer a classificação indicativa para a TV, a nudez não-erótica (isto é, exposta sem apelo sexual, tal como em contexto científico, artístico ou cultural) não torna o conteúdo impróprio para crianças, mesmo as menores de 10 anos.
Masp volta atrás
Depois da nota do MPF, o  Masp anunciou que irá permitir a entrada de menores de 18 anos, desde que acompanhados de pais ou responsáveis, na exposição “Histórias da sexualidade”. Na sexta-feira o museu havia  vetado a presença de crianças e adolescentes, mesmo que acompanhados.

Fonte: G1

Câmara acaba com atenuante de pena para menores de 21 anos; entenda

Plenário realiza sessão para análise de projetos sobre segurança pública
Plenário realiza sessão para análise de projetos sobre segurança pública
A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (7) projetos de lei que acabam com atenuantes para criminosos com menos de 21 anos de idade e que obrigam as operadoras de telefonia a bloquearem sinais de celular dentro dos presídios. Eles integram um esforço da Casa para aprovar nesta semana um pacote de propostas na área de segurança pública, tema patrocinado pelo próprio presidente, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que é pré-candidato ao governo do Rio de Janeiro – o assunto deve ser central na campanha eleitoral no estado.
O primeiro projeto aprovado acaba com os atenuantes previstos no Código Penal para menores de 21 anos de idade, incluindo o fim da redução pela metade dos prazos de prescrição dos crimes praticados por esses jovens. O projeto original também previa o fim dos atenuantes para quem tem mais de 70 anos de idade, mas a previsão foi retirada do documento aprovado a pedido de deputados governistas.
O projeto também prevê que cidadãos com mais de 16 anos de idade e menos de 18 anos possam registrar queixa policial sem a necessidade de serem acompanhados de um adulto.
Depois, a Câmara aprovou projeto que pune com multa de até 1 milhão de reais as operadoras de telefonia que não instalarem bloqueadores de sinais em áreas de presídios. As companhias devem fazer a instalação dos equipamentos de bloqueio em até 180 dias após a sanção da lei e terão que arcar com os custos da instalação e da manutenção desses aparelhos.
Outros quatro projetos sobre segurança pública estão na pauta da Câmara: um que prevê que assassinos de policiais e agentes de segurança tenham de cumprir a pena integralmente em regime fechado; outro que acaba com as saídas temporárias, por até sete dias, de presos do regime semiaberto; um que tipifica como crime o uso de pessoas como escudo em ações criminosas; e outro que acaba com os autos de resistência, um tipo de registro policial que classifica a morte de vítimas em ações policiais como decorrentes de reação delas próprias à abordagem da polícia.

Fonte: Veja

DEPUTADO DAVDSON MAGALHAES DESTACA RESGATE DA CEPLAC

Deputado destaca resgate da Ceplac

A bancada federal da Bahia garantiu uma importante vitória para a revitalização e fortalecimento da Ceplac. Uma articulação que envolveu a atuação do deputado federal Davidson Magalhães, resultou que órgão retomasse seu status 
anterior, o de autarquia federal. Em abril do ano passado, uma portaria havia rebaixado a Ceplac para departamento da Secretaria de Mobilidade Social do Produtor Rural e Cooperativismo, do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa).


O ato realizado em 2016 preocupou produtores rurais e gerou dúvidas sobre o futuro da instituição e suas atividades na região cacaueira. Para Davidson, a volta da Ceplac como órgão singular é fundamental para o desenvolvimento regional. “Nós tivemos uma reunião da bancada da Bahia com o ministro da Agricultura, para garantir a autonomia da Ceplac, que além do cacau, pelo sua expertise, atua também no desenvolvimento dos Sistemas Agroflorestais (SAFs)”, comentou.


Por meio da Medida Provisória 782, integrante da lei 13.502, publicada no Diário Oficial da União, na última sexta-feira, dia 3, garante ao MAPA a função do desenvolvimento dos SAFs e estabelece a organização das entidades da presidência e dos ministérios. Esse processo também envolve o estudo da consultoria - Portaria 2.088 - que norteia o novo modelo jurídico-organizacional, que evidentemente, a Ceplac deverá ser incluída. As análises acerca dessa discussão devem ser concluídas até o dia 20 de novembro.

De acordo com Davidson, o resultado disso, é que todos os fomentos, pesquisa, produção e assistência técnica podem ser realizados pela Ceplac. “Aqueles que queriam reduzir o papel, ou até mesmo extinguir a Ceplac, sofreram uma grande derrota. A nossa Ceplac, com 60 anos, pode ser uma nova Ceplac, mais revitalizada, mais forte. Isso é bom para região, isso é bom para os ceplaqueanos, e é bom para a Bahia. No próximo dia 8, teremos uma reunião, com o ministro da Agricultura, para sacramentar a revitalização da Ceplac”, enfatizou.

O encontro que marcou o passo fundamental para essa vitória da Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira - Ceplac, e de toda a região do cacau, aconteceu, no último dia 10 de outubro, no Ministério da Agricultura, em Brasília, com a presença do ministro Blairo Maggi. Além do deputado federal Davidson Magalhães, outros parlamentares e representantes do governo participaram da atividade.
Fonte: Ascom

sábado, 21 de outubro de 2017

ITORORÓ :FOI UM SUCESSO A FESTA DE ENTREGA DO PRÊMIO DESTAQUES 2017,PELA RC PUBLICIDADES.

A RC publicidade, entregou na noite de sexta-feira (20/10), o prêmio Destaque Empresarial 2017, cidade de Itororó. Com o salão nobre da Câmara de vereadores, lotado de empresários, políticos e imprensa, que conhecerão as 50 empresas premiadas. 
ITAPUY
PROFESSORA : SÔNIA

DENTISTA: DRA VERBENA /CLINICA : BEM ESTAR


DIRETOR ESCOLAR : GIDAFLE
CASA MÓVEIS : NOVA CASA MÓVEIS

MERCADINHO : JULIA


LOCUTOR : RONALDO MENDES

VIDRAÇARIA : BIO BOX

PAX : SÃO JOSÉ

ATELIER : ANDERSON 

POLITICO DESTAQUE: CLECIONE GONÇAVES


CACHORRO QUENTE : ITAMAR RIOS

SITE : ITORORÓJA



ACARAJÉ:  ZAU


METALÚRGICA : METAL FORTE


HOTEL : MENEZES

AREIA E BRITA : NUDO

GRÁFICA : FONTES & LEAL

PROFESSOR : ADAILTON

SINDICATO : SINSERVITO



ADVOGADO :  WELDER


ADVOGADA REVELAÇAO : MARIA  ALMEIDA




MUSICO : MARCOS REIS


HISTORIADOR : MIRO MARQUES

SALÃO DE BELEZA : PATY FACHION HAIR

MATERIAL CONSTRUÇAO : PAULINHO MATERIAL PARA  CONSTRUÇAO


ESCOLA PARTICULAR : EDUCANDARIO FERRAZ


DESIGNER SOBRANCELHA : LAYANA CIRQUEIRA 

TÉCNICO ENFERMAGEM : GLEIVISSON

MELHOR LANCHONETE E PADARIA : FLOEMA

JORNALISTA : ALISON AGUIAR



COMERCIO CACAU : SERGIPE



ELETRICISTA : NAL
.

Comercio de Areia e Brita: Nudo Areia e Brita

Oficina de Pintura Automotiva: Oficina do Dedego

Comércio Cacau: Sergipe

Político Destaque: Clecione Gonçalves

Escola Particular: Educandário Ferraz

Hotel: Hotel Menezes

Sindicato: Sinservito

Conserto de Celular: Jan Cell

Agua Mineral: Avanilton Bomfim

Ateliê: Ateliê do Anderson

Metalúrgica: Metal Forte

Açougue: Carne-de-Sol Gomes

Vereadora: Andréia

Supermercado: Avistão

Cachorro Quente: Itamar do Cachorro Quente

Material para Construção: Paulinho Material de Construção

Salão de Beleza : Paty Fashion Hair

Loja De Colchões: Magazine Leão

Padaria: Floema

Lanchonete: Floema

Eletricista: Nal Eletricista

Farmácia: Farmácia Dias

Mercadinho: Júlia

Designer: Wagner Design

Loja Calçados: Tropical Modas

Ótica: Óptica Magazine

Advogado: Dr. Welder

Músico: Marcos Reys

Câmera de Segurança : Gedeon Sat

Pax: São Jose

Diretor Escolar: Gidafle

Dentista: Drª Verbena

Clinica: Bem Estar

Acarajé: Zau

Técnico de Enfermagem: Gleivisson

Perfumaria: O Boticário

Casa De Móveis: Nova Casa Moveis

Banco Postal: Farmácia de Pedro Henrique

Professor: Adailton

Professora: Sonia Antunes

Historiador: Miro Marques

Empreendedor: Valdívio Moraes

Site: Blog Itororó Já

Jornalista: Alison Aguiar

Designer Sobrancelhas: Layana Siqueira

Advogada Revelação: Drª. Maria Almeida

Locutor: Ronaldo Mendes

Vereador : Léo Gás

Radio: Itapuy Fm

Vidraçaria: Binho Box

OUTRA FOTOS :







quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Senado aprova foro especial para militar que ‘matar’ civil; entenda

O Senado aprovou o projeto que transfere para foro militar homicídios provocados por integrantes das Forças Armadas em ação

O Senado aprovou o projeto que transfere para foro militar homicídios provocados por integrantes das Forças Armadas em ação
O Senado aprovou nesta terça-feira (10) projeto que transfere à Justiça Militar o julgamento de crimes, incluindo homicídios, cometidos por militares contra civis durante missões de garantia da lei e da ordem (GLO), como a que ocorre atualmente na Rocinha, no Rio de Janeiro. Hoje, a lei prevê que a Justiça comum seja responsável por esse tipo de caso. O projeto segue para sanção presidencial.
A medida tem como pano de fundo o aumento da utilização das Forças Armadas em ações de segurança pública, como o policiamento em comunidades do Rio de Janeiro ou durante a greve de policiais no Espírito Santo, no início do ano.
“O tribunal do júri visa permitir que cidadãos julguem seus pares, ou seja, outros cidadãos. Militares das Forças Armadas no exercício de sua missão não estão agindo como cidadãos, mas sim como o próprio Estado. A força máxima desse deve ser julgada por Justiça Militar especializada, que entende e conhece as nuances da sua atuação”, defendeu o senador Pedro Chaves (PSC-MS), relator do projeto no Senado.
Copa e Olimpíadas
A proposta é uma antiga reivindicação dos militares e foi apresentada para que pudesse valer especificamente durante a Copa do Mundo de 2014 e na Olimpíada do Rio, em 2016, quando o governo utilizou o Exército para fazer a segurança. Mesmo após os eventos, o projeto foi mantido e, segundo o relator, há um acordo para que o presidente Michel Temer retire do texto a validade da medida, tornando-a uma regra permanente.
O foro especial para militares foi defendido inclusive por integrantes da oposição, como o senador Jorge Viana (PT-AC). “Vejam o absurdo que nós vivemos. Se um civil atingir um membro das Forças Armadas, ele vai para o júri militar, mas o contrário não vale”, disse Viana.
O irmão do senador, o governador do Acre, Tião Viana, esteve com Temer e pediu apoio do governo para combater o narcotráfico no estado.
No entanto, o líder do PT, senador Lindbergh Farias (RJ), criticou a utilização das Forças Armadas em larga escala para fazer segurança pública. “O que a gente precisa é de investigação. Esses soldados são preparados para a guerra. É uma situação completamente diferente de uma comunidade, da favela da Rocinha, da comunidade da Maré”.

Fonte: Correio Braziliense

“Rei da sofrência”, Pablo quer gravar CD gospel : Cantor se declara evangélico e promete não deixar o seu estilo do lado



Em entrevista ao jornal O Globo, o baiano Pablo, o rei da sofrência, se declarou evangélico e revelou o desejo de gravar um álbum gospel. Apesar de quase 20 anos de carreira, o cantor alcançou o sucesso com o hit “Porque homem não chora” em 2015.
A entrevista ocorreu na última semana após a gravação do DVD “Boteco da sofrência” que será divido em seções ao vivo, gravado em Feira de Santana, e em estúdio. O DVD terá 28 faixas, 15 ao vivo e 13 em estúdio que contou com a participação de Mattos Nascimento.
Já fui muito rejeitado. Diziam que minha carreira era passageira. Mas já tenho mais de 18 anos de profissão estável. No fim do mês, embarco para França, Bélgica, Alemanha, Suíça e Portugal. Sou evangélico e vou gravar um CD gospel. Só não deixo meu estilo de lado”, declara Pablo
Pablo não é o primeiro cantor secular a manifestar o desejo de ingressar na música gospel este ano.
O ídolo teen Justin Bieber, anunciou pausa na turnê para se dedicar a vida cristã, assim como o rapper norte-americano Snoopy Dog que lançou em setembro seu primeiro single gospel. No Brasil, Wesley Safadão ganhou os noticiários ao ser batizado nas águas.

Programa progredir para os beneficiários do Bolsa Família.

Fonte youtube

Microcrédito para beneficiários do Bolsa Família chega ao Norte

                                                                  fonte youtube

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Os impactos da reestruturação dos bancos públicos na economia baiana


A audiência pública realizada hoje (09/10), na Assembleia Legislativa da Bahia, sobre os impactos da reestruturação dos bancos públicos na economia baiana, foi convocada pelo deputado estadual Jean Fabrício (PCdoB-BA), em conjunto com a Federação dos Bancários da Bahia e os sindicatos da base. A sessão foi aberta pelo presidente da Federação dos Bancários, Emanoel Souza, que compôs a mesa com representações de lideranças das instituições.
O primeiro orador, Jair Pedro Ferreira, presidente da Federação Nacional das Associações de Pessoal, lembrou que só restaram 10 bancos públicos após o processo anterior de privatizações. Para ele, essas empresas são fundamentais para equilibrar o sistema, para evitar que os bancos privados ditem as regras, na medida em que esses instrumentos públicos são os gestores dos fundos constitucionais e de dezenas de programas sociais.
Pela representação dos empregados do Banco do Brasil, falou o funcionário Fabio Ledo. Ele afirmou que o BB já perdeu mais de 10 mil funcionários sem reposição, sinalizando o esvaziamento dessa instituição bicentenária. Para ele, é uma grande mentira os discursos dos privatistas de que os bancos públicos são ineficientes, porque os resultados demonstram exatamente o contrário.

Representando a Associação dos Funcionários do BNB, Jeane Pereira ressaltou a necessidade das entidades participarem de todos os espaços onde se discuta os bancos públicos para defendê-los, defender a região e a economia do nordeste. Ela afirmou que, na Bahia, foram fechadas seis agências, e todas elas se justificavam. “O BNB também é alvo da chamada “reestruturação” com fechamento de agências e programas de estímulo à aposentadoria, que visa desmantelar o banco, para posteriormente levar a privatização”, disse.
O deputado federal Daniel Almeida (PCdoB-BA) considera esse debate de grande relevância. Segundo ele, as ameaças contra os bancos públicos sempre estiveram presentes, mas dessa vez os ataques estão num contexto de destruição de todas as políticas públicas por parte do governo golpista. Ele afirmou estar confiante na mobilização da sociedade em defesa dos instrumentos que o país dispõe para políticas de desenvolvimento.
O presidente do Sindicato dos Bancários da Bahia, Augusto Vasconcelos, ressalta a necessidade de ampliar esforços numa batalha em que, no Congresso Nacional, a maioria está associada à tese de desmonte dos bancos públicos. Para ele, a retirada do FNE (Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste) do BNB – uma ameaça real -, pode inviabilizar a existência do banco. Vasconcelos fez duras críticas à gestão do Desenbahia, que vem adotando uma postura antissindical e autoritária na relação com o Sindicato. Disse ainda que as mudanças nas taxas de juros do BNDES são uma medida que visa o desmantelamento do banco.
O presidente da CTB Estadual, Pascoal Carneiro, lembrou que não existe economia forte no mundo capitalista sem a presença dos bancos públicos. Destacou que alguns tipos de operação de crédito, somente essas estatais fazem, e que essas instituições são o principal fator de movimentação da economia dos municípios nordestinos.
Gilberto Viera, representante da CONTEC (Confederação dos Trabalhadores em Empresas de Crédito), citou que é muito raro os trabalhadores demitidos nessas empresas se reencontrarem no mercado de trabalho. Ele registra também a queda abrupta da renda de milhares de funcionários que tiveram perda ou redução nas funções, ressaltando o grave prejuízo que essas medidas têm no atendimento ao público.
O representante da Associação dos Gerentes do Banco do Brasil, Levi Gomes, disse que é uma insanidade abrir mão dos bancos públicos, que são fundamentais para defesa da economia nacional.
Em nome dos sindicatos do interior, falou a presidenta do Sindicato dos Bancários de Feira de Santana, Sandra Freitas. Ela acha necessária a ampliação da luta em defesa dos bancos públicos, trazendo vários setores da sociedade, e cobrando o apoio de todos os parlamentares.
Para finalizar, o presidente da Federação dos Bancários da Bahia, Emanoel Souza, registrou a boa presença de entidades representativas e a necessidade de reprodução desse tipo de evento em outras casas legislativas.
Fonte: Ascom PCdoB-BA