quinta-feira, 5 de março de 2015

ITORORÓ: CAMPANHA PARA AJUDAR O PAI DE MONICA BORGES CONTINUA.


Monica Borges, moradora do Distrito do rio do meio (Itororó) sem mais alternativas e condições financeiras e emocionais, esteve no hospital Maternidade de Itororó ontem (03) para serem realizados uns curativos em seu pai Antônio que sofre de Alzheimer e tem uma ferida em suas costas e precisa diariamente de novos curativos, mas, o posto de saúde onde reside se recusou a atendê-la em casa e não forneceu o material. A única alternativa de Monica foi trazer seu pai para a Cidade onde foi atendida. 

Infelizmente, Monica que cuida de seu pai com a ajuda de alguns vizinhos, não tem condições de manter seu pai só com a aposentadoria do Idoso de 82 anos. Agora, depois de muito tempo Ela pedi a população de Itororó para ajudar em absorvente geriátrico G, pomadas kollagenas e saf-gel, Medicamentos, e material de curativos. Ajude Monica Borges pelos números. ((73) 9924-5202 / 3265-1811  3267-2323 8111-1132

  • Monica Borges
    3/3/2015 20:50
    Monica Borges
    esse aqui e o testo q eu mandei para o programa '' Eu me chamo Monica e preciso da ajuda de vocês,sei que é um programa sério,e não sei a quem pedir ajuda,cuidei da minha mãe quando adoeceu até o fim da vida dela.e atualmente cuido do meu pai que tem Alzheimer,e devido a essa doença quando internado, adquiriu uma ferida nas nádegas,preciso da ajuda do prefeito ou da secretaria de saúde onde moro,mas não estou obtendo nenhum ajuda,estou gastando muito, só sobrevivo com a aposentadoria do meu pai, e não posso trabalhar porque quem vai tomar conta dele, e o dinheiro que ele ganha não tá dando. E o hospital da região onde moro parece que vai fechar, e agora Celso pra quem pedir socorro,ele já tem mais de 4 anos na cama, e pra você ter uma ideia é uma dificuldade pra conseguir carro pra locomover ele, até a ambulância quando eu preciso é uma dificuldade em arrumar, por isso estou desesperada e precisando da ajuda de vocês.''
  • VIA FACEBOOK

ATENÇÃO: IMAGEM FORTE!!!


ITAPETINGA: PROJETO QUE BENEFICIA OS TOPIQUEIROS SERÁ VOTADO NESTA QUINTA-FEIRA

O vereador Valquírio Lima (Valquirão), ESTÁ COM A Bola Toda perante AOS Topiqueiros. Na Sessão Passada da quinta-feira (26.02) o vereador apresentou o Projeto de Lei nº 002/2015 de 24 de fevereiro de 2015, that beneficiá AOS Topiqueiros.

O Edil pediu Uma  DISPENSA DE interstício , mas  OS vereadores de Oposição votaram contra, prejudicando OS topiqueiros . Só that sos mesmos vereadores, JA votaram NUMA Dispensa de interstício that foi pedida Pela vereadora Naara Duarte nenhuma Projeto Original.
O interessante E that uma Emenda do vereador Valquírio Lima, TEM APENAS Três Artigos, eA vereadora Naara e Toda Oposição  VOTARAM CONTRA À DISPENSA DE interstício.  Se tivessem votado a favor, a Primeira Votação térios acontecido Na ja Sessão da jornal Última quinta-feira, e Nesta quarta, térios acontecido um Votação Segunda. Os Topiqueiros Mais uma Vez compareceram à Câmara Pará pressionar a Oposição.
O Presidente Valdeir Chagas, sensivel Problema Ao dos Topiqueiros, decidiu Acordar com OS vereadores Para Que o Projeto do vereador Valquirão SEJA VOTADO NESTA QUINTA-FEIRA EM DUAS sessions . Com ESTA Votação, o Beneficiados Projeto Será, originais Alterado e OS Topiqueiros Serao. A Oposição reconhece o Empenho do vereador Valquírio, "Nos Nunca Falamos Que o vereador afetaram de" , discursou o vereador Fabiano Bahia.

Por Roberto Alves
Foto: Cidade Acontece


CONHEÇA THE HULK, PIT BULL GIGANTE QUE PESA 80 QUILOS

O pit bull O Hulk, de 1 ano e Meio de Idade, anda Fazendo Sucesso na internet. Por causa de SEUS cerca de 80 Quilos, ganhou o aposto de "o Maior pit bull da terra".
A americana Empresa Dynasty escuro K9s, that Treina Cães Pará empresas de Segurança, Proteção Pessoal, obediencia Ao dono e Questões de Comportamento, publicou como Imagens that CONTAM COM Quase 6 Milhões de visualizações.  Em page sua, Diz Que Tem Como meta PROMOVER "o Respeito eA Apreciação "a Raça ESSA.


Confira o vídeo:


RUI NOMEIA ALINE REGO NOVA PROCURADORA-GERAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO DE CONTAS DO TCM




A nova Procuradora-Geral do Ministério Público Especial de Contas, ligado ao Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), é Aline Paim Monteiro do Rego Rio Branco. A nomeação para o biênio 2015-2017 foi publicada nesta quarta-feira (4) pelo governador, Rui Costa. Ela entra no lugar de Camila Vasquez, que ficou na posição no biênio 2013-2015, e é nora do conselheiro Mário Negromonte. 

PUBLICIDADE: ALMOFADAS DE EMOTICONS!


QUATRO DIRETORES DO HOSPITAL ROBERTO SANTOS SÃO EXONERADOS APÓS DENÚNCIA DE CORPO EM BANHEIRO


Após a denúncia de um cadáver deixado em um banheiro utilizado por pacientes, quatro diretores do Hospital Geral Roberto Santos (HGRS) foram exonerados de seus cargos, nesta quarta-feira (4). De acordo com a Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab), "a substituição da diretoria do HGRS é parte do processo de transição iniciado em janeiro, quando o secretário da Saúde, Fábio Vilas-Boas, tomou posse, com o objetivo de reestruturar a gestão da unidade de saúde, que será focada no tripé assistência, pesquisa e ensino". Os exonerados são a diretora-geral Delvone Freire Gil Almeida, o diretor médico da unidade, Miguel Andrade Mota, a diretora financeira, Jusçara França da Silva Dantas, e o diretor de Engenharia Clínica, Gilson da Mota Machado Junior, segundo o jornal Correio. Os profissionais serão substituídos, respectivamente, pelo nefrologista Antônio Raimundo Pinto de Almeida, professor da Faculdade de Medicina da Ufba, Hugo da Costa Ribeiro Junior, especialista na área de nutrologia pediátrica, Rute Nunes Oliveira Queiroz e Dulce de Carvalho Guedes. O presidente do Sindicato dos Médicos do Estado da Bahia (Sindimed), Francisco Magalhães, afirmou ter se surpreendido com as exonerações. "Ontem (terça-feira), nós estivemos com ele (o secretário Fábio Vilas-Boas) e perguntamos se haveria mudança na diretoria e ele disse que estava observando os diretores dos diversos hospitais para ver como era o comportamento. Depois, ia fazendo (mudanças) se necessário", disse. Ainda na terça, após a denúncia, o hospital colocou um aviso de "acesso restrito" na porta do banheiro em questão.


'REFORMA POLÍTICA NÃO PODE SER EMPURRADA COM A BARRIGA', DIZ RUI COSTA

 



Durante reunião, nesta quarta-feira (3), com 39 deputados da base aliada, o governador Rui Costa (PT) agradeceu o apoio dos parlamentares e afirmou que a "reforma política não pode ser empurrada com a barriga". Rui também destacou pontos considerados por ele como prioritários nas áreas de saúde e educação. Ainda em março, o chefe do executivo estadual pretende lançar a primeira fase do "Pacto pela Educação", que prevê mais envolvimento com as famílias baianas. Sobre saúde, Rui voltou a destacar a necessidade de formação de consórcios para melhorar a qualidade dos serviços, principalmente no interior do estado. Na capital baiana, Rui deve inaugurar as obras de reforma do Hospital Couto Maia e o anexo do Hospital Geral do Estado (HGE). No que diz respeito às estradas, o governador informou que vai inaugurar 15 rodovias ainda no primeiro semestre de 2015.


GRANDE PROBLEMA: MULHER TERMINA CASAMENTO POR PARCEIRO SER BEM DOTADO

 



Uma mulher na Nigéria pediu divórcio do marido por um grande motivo. De acordo com ela, o pênis do homem era grande demais – e, por isso, eles não conseguiam fazer sexo. Aisha Dannupawa se casou com Ali Maizinari há poucos dias, depois de seu primeiro casamento não dar certo. Ela contou à corte de Zamfara que criou um trauma depois de sua lua-de-mel. “Quando ele chegou, me pediu para fazer sexo, mas isso se tornou um pesadelo. Ao invés de ser proveitoso foi horrível para mim porque seu pênis é muito grande”, afirmou, de acordo com o NY Post. A nigeriana ainda disse que sua mãe lhe deu alguns medicamentos para que conseguisse continuar transando com o marido, porém não adiantou, já que a segunda noite foi tão ruim quanto a primeira. “Minha mãe disse que com o tempo eu me acostumaria, mas depois da segunda vez percebi que era demais para eu suportar”, acrescentou. O marido não negou as acusações e disse que se divorciaria caso tivesse o dinheiro da cerimônia de casamento devolvido.

INFORMAÇÕES - BAHIA NOTÍCIAS

ADOLESCENTE DIVULGA VÍDEO DE RELAÇÃO SEXUAL COM NAMORADA E TOMA SURRA DA MÃE: 'BABACA'



Um adolescente de Minas Gerais levou uma surra da mãe após vazar um vídeo onde aparece fazendo sexo com a namorada - também adolescente. Na gravação de pouco mais de um minuto, ele recebe várias "chineladas" e é chamado pela mãe de "babaca". "É isso que você acha bonito? Não quero saber se foi você que mandou", diz a mãe, enquanto bate no garoto. No Twitter, a mãe faz um desabafo sobre a situação: "Eu o castiguei mesmo sabendo que não foi ele quem espalhou o outro vídeo. Castiguei pelo fato de ter filmado. E castigaria outra vez", afirmou Carol Latasila. Segundo ela, o objetivo não era "viralizar" a surra que o filho tomou. "Errei em enviar para ela, pois confiei uma coisa minha e fui traída. Nunca quis isso espalhado. Agora que sirva de lição para mim e ele", afirmou. 


BAIANO PRESENTE EM ESTUDO EM CUBA QUE DESCOBRIU HIV MAIS AGRESSIVO FALA SOBRE PESQUISA


Um grupo de pesquisadores, liderado por Anne Mieke Vandamme, da Universidade Leuven, na Bélgica, confirmou a existência de uma variante mais agressiva do vírus HIV, em Cuba, chamada CRF19_cpx, que leva os portadores a um desenvolvimento mais rápido da doença. Entre os profissionais envolvidos, está o baiano Ricardo Khouri, Doutor em Patologia Experimental Humana que atualmente é professor permanente do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde da Universidade Federal da Bahia (Ufba) e professor colaborador do Programa de Pós-Graduação em Patologia Humana (UFBA/Fiocruz). Além de explicar as descobertas do estudo com relação à linhagem do vírus encontrada em Cuba, o pesquisador fez uma breve análise da situação atual da Bahia com relação ao HIV e comentou sobre os riscos de grupos que incentivam a transmissão do vírus intencionalmente. "A epidemia de Aids existe e é preocupante. É a doença que mais mata no mundo", alertou. Khouri ainda comentou como estão os avanços ligados a tratamentos e possível cura da Aids.
Como foi a descoberta dessa variante mais agressiva do HIV? A pesquisa já era especificamente sobre isso desde o início?
Na verdade, essa variante foi descrita pela primeira vez, em Cuba, em 2005 mais ou menos. A variante já existia, o que ainda não havia sido descrito era a capacidade agressiva dela, mais replicativa e que leva os pacientes a evoluírem para o estado de Aids muito mais que os outros.


Já há informações sobre como essa variante surgiu?
O que acontece no HIV é o seguinte: existem os subtipos mais prevalentes e mais estudados. Quando esses subtipos mais prevalentes infectam a mesma célula, eles são capazes de se misturar e gerar novos vírus a partir daí. Essa variante é resultado de três subtipos diferentes: A, B e G. Isso acontece comumente no HIV. Hoje em dia, tem em torno de 70 formas circulantes recombinantes diferentes já descritas. Quando ela alcança a classificação de forma circular recombinante é porque ela já tem uma importância dentro da epidemiologia mundial do HIV.

Quais são as características diferentes entre essa variante e o HIV comumente encontrado?
Os cuidados têm que ser todos os mesmos com qualquer cepa. O grande problema característico dessa forma é que ela tem uma capacidade de replicação muito maior do que as outras. Além disso, ela tem a capacidade de utilizar um receptor de entrada na célula diferente das outras. Normalmente, as formas mais comuns demoram muito tempo para trocar o receptor de entrada. As outras variantes podem levar cerca de 10 anos para mudar da porta de entrada CCR5 para a CXCR4, enquanto essa variante replica muito mais rápido e é capaz de utilizar outra porta de entrada com muito menos tempo.

Então quando o HIV muda a porta de entrada, a doença progride mais rápido?
Ela passa a ter uma progressão mais rápida, porque a primeira porta de entrada, que normalmente é utilizada pelo HIV, o corpo tem mecanismos de combate muito mais efetivos do que a outra.

Qual é a média de tempo que essa variante leva para trocar de porta de entrada?
Ela muda muito rápido, dentro dos primeiros três anos. E nesse período, ela replica muito rápido, então o paciente tem uma queda nos níveis de CD4 [leucócitos que defende o corpo] também muito rápida.

Há dados de cerca de quantas pessoas são portadoras dessa variante em Cuba?
Não, nossos dados ainda não avaliaram esses números.

O senhor acredita que há chance dessa forma de HIV se disseminar pelo mundo?
A possibilidade ainda é muito baixa. Na verdade, apenas poucos casos foram detectados fora de Cuba. A epidemia ainda é local em Cuba e acaba de ser detectada, então as chances de se espalhar mundialmente ainda são baixas.

Qual foi a situação que o senhor encontrou em Cuba no período da pesquisa?
A pesquisa foi iniciada pela equipe médica de Cuba e, na época, eu estava na Bélgica. Houve a colaboração entre Bélgica e Cuba, e eu participei diretamente de determinadas análises que foram feitas para o estudo na parte de imunologia e também na parte de estatística. O cuidado com os pacientes de HIV em Cuba é muito rigoroso e muito constante também. É um acompanhamento muito próximo. Existe uma proposta de análise de todas as pessoas que vão para o sistema de saúde para fazer exame e detectar HIV. Há um acompanhamento próximo da evolução da doença no país, e isso possibilita que encontrem determinadas possibilidades de variantes mais agressivas muito cedo, que foi o que aconteceu. Como os resultados ainda são muito novos, não existe uma política pública direcionada para essa variante, mas existe toda uma política de acompanhamento das infecções de HIV, de monitoramento, de campanha de prevenção.

Comparando às políticas públicas com relação ao HIV no Brasil, o que o senhor pensa?
Eu não tenho autonomia para discutir isso, porque não faz parte da minha área de estudo. Mas o que eu vi é que funciona muito bem lá, é como a medicina deveria ocorrer em qualquer parte do mundo. O acompanhamento é sério, próximo e muito bem regulamentado e realizado, como é na Bélgica e também aqui no Brasil.

Uma de suas pesquisas atuais é sobre o HIV na Bahia. Como o senhor vê a situação no estado?
A gente tem um acompanhamento bom. O sistema de saúde no Brasil é referenciado lá fora também como um dos melhores. Aqui na Bahia, existe um trabalho sendo muito bem feito também. Temos centros de referência e bons pesquisadores na área de HIV também. A população em si tem se descuidado um pouco. A gente observa, nos últimos meses, um aumento da infecção de HIV nos jovens. Apesar de todas as campanhas de prevenção, apesar de todas as políticas públicas que existem, principalmente durante o carnaval, tem acontecido um aumento de infectados na população mais jovem. Isso tem que passar a ser discutido com frequência para tentar reverter esse quadro.

Estão circulando notícias de pessoas que transmitem o HIV intencionalmente e até outras que querem ter o vírus por acreditar que não vale a pena se prevenir. Quais são os riscos desse tipo de comportamento? Já existem maiores informações sobre isso?
A informação que eu tenho é da própria mídia, que existem esses grupos e que o próprio governo está combatendo com campanhas, que organizações não governamentais estão tentando combater esse tipo de prática. É uma prática que, além de influenciar em novas infecções diretamente, gera também esse risco do surgimento de novas variantes, pelo fato de essas pessoas serem reinfectadas muitas vezes por outros diferentes parceiros. Ou seja, parceiros que têm diferentes subtipos estão mantendo relações, então além de infectar pessoas novas, possibilitam o surgimento de novas variantes muito mais agressivas. A partir daí, a epidemia pode se alastrar muito mais rapidamente e morrerem muito mais pessoas por conta disso.

O senhor acha que há a possibilidade real de uma nova epidemia como a que houve na década de 1980?
A epidemia de Aids existe e é preocupante. É a doença que mais mata no mundo. Ela está presente e tem alta morbidade. O que existe hoje são drogas que são capazes de tratar o paciente e reverter boa parte dos quadros, mas existem todas as complicações relacionadas ao tratamento, existe uma certa toxicidade, apesar de melhoras. Mas a epidemia ainda existe, a epidemia ainda é mundial.

Com relação ao combate ao HIV, como estão os avanços com tratamentos e a tentativa de descobrir uma possível cura?
Em relação ao tratamento, ao combate de replicação do vírus, nós temos acesso a muitas drogas. Existem muitas drogas diferentes que agem no vírus em determinados mecanismos específicos. Existe a profilaxia pré-exposição, que tem sido falada agora. É um estudo recente feito na Europa, que mostra que a profilaxia pré-exposição com Truvada diminuem o risco de infecção em cerca de 80% dos pacientes mais ou menos. Existem outros medicamentos que atingem diferentes mecanismos de replicação do vírus e possibilita uma vida próxima à vida normal de uma pessoa que não é infectada. E as pesquisas sobre o assunto não cessaram. Por exemplo, existe ainda uma tentativa constante de encontrar novos medicamentos menos tóxicos e, com certeza, futuramente, conseguir outras drogas com mais eficiência e menos toxicidade. Mas cura ainda não foi estabelecida. É um processo um pouco complexo combater infecções virais causadas por retrovírus.

Atualmente, quantos anos em média uma pessoa consegue viver com o tratamento?
Dentro do processo normal, antigamente, quando não havia tratamentos, a média da população era em torno de 10 anos até a evolução e, depois, acontecia muito rápido. Hoje, com os tratamentos, a pessoa pode viver e ter uma expectativa de vida comparada a uma pessoa não infectada. Óbvio que tem que seguir o tratamento rigorosamente. Apesar de toda a toxicidade de alguns medicamentos, tem que fazer o acompanhamento regular e, se tudo isso for seguido à risca, a maioria vai ter uma média de vida comparada à de uma pessoa não infectada.


quarta-feira, 4 de março de 2015

SUÉCIA FECHA QUATRO PRESÍDIOS POR FALTA DE DETENTOS

A Suécia passa por uma drástica queda no número de prisões nos últimos dois anos e, por esse motivo, as autoridades decidiram fechar quatro penitenciárias e um centro de detenção, informa reportagem do jornal britânicoThe Guardian. “Vemos um declínio extraordinário no número de detentos. Agora temos a oportunidade de fechar parte de nossa infraestrutura”, disse Nils Oberg, diretor de Serviços Penitenciários do país.

Taxa de ocupação do sistema carcerário do país vem caindo desde 2004

O serviço penitenciário sueco fechou presídios em quatro cidades: Aby, Haja, Bashagen e Kristianstad. Dois desses prédios devem ser vendidos para a iniciativa privada e os outros dois devem abrigar temporariamente outras instituições estatais.


O número de detentos na Suécia vinha sendo reduzido em cerca de 1% ao ano desde 2004. Entre 2011 e 2012, a redução ampliou para 6% ao ano, taxa que deve ser mantida em 2013 e 2014. Oberg declarou que a abordagem liberal adotada pela Suécia quanto às prisões, com prioridade na reabilitação de prisioneiros e trabalhos voluntários, influenciou a queda de ocupação no sistema prisional do país.

“Nós acreditamos que os esforços em investir na reabilitação e prevenção de recaída de crimes tiveram um impacto”, disse Oberg. Tribunais suecos vêm adotando penas mais brandas para crimes relacionados com drogas após uma decisão da Suprema Corte em 2011, explicando, pelo menos, parte da queda brusca do número de detenções.

O governo sueco, no entanto, vai manter a opção de reabrir pelo menos duas das prisões fechadas se o número de detentos voltar a crescer. “Nós não estamos no ponto de concluir que esta [queda das prisões] é uma tendência de longo prazo e que é uma mudança de paradigma”, disse Oberg. “O que temos certeza é de que a pressão sobre o sistema de justiça criminal tem caído acentuadamente nos últimos anos”, concluiu.

População carcerária - Segundo dados compilados pela organização World Prison Brief (WPB), os Estados Unidos têm a maior população carcerária do mundo, com 2 239 751 de detentos. A China ocupa o segundo lugar com 1 640 000 pessoas atrás das grades. Os presos da Rússia totalizam 681 600 pessoas e, em quarto lugar, está o Brasil, com 548 003 encarcerados. A Suécia tem 4 852 presos.



PUBLICIDADE: VITÓRIA FASHION


SEM DINHEIRO PARA SILICONE, MULHER BEIJA ENXAME DE ABELHAS PARA ENGROSSAR OS LÁBIOS

Doeu bastante, disse a mulher que sempre sonhou em ter os lábios da Angelina Jolie Em Belo Horizonte, Minas Gerais, uma mulher sem dinheiro para colocar silicone nos lábios buscou uma medida extrema: beijou uma caixa de abelhas e acabou levando picadas nos lábios, que ficaram inchados, grossos, como ela queria, mas, o método acabou doendo bastante.



Segundo a mãe da jovem, que preferiu não revelar o nome da filha, para a mesma não sofrer “zoeira na internet”, a garota sempre sonhou em ter uma boca igual a da Angelina Jolie mas não tinha dinheiro para aplicar silicone. “Ela achou mais fácil usar os ferrões das abelhas”, disse a mãe. Já o pai da menina disse que isto é caso de internação.



PARAQUEDISTA SOFRE ATAQUE EPILÉPTICO E É SALVO NO AR POR INSTRUTOR; VEJA VÍDEO

O estudante australiano Christopher Jones, 22 anos, perdeu a consciência depois de um salto de paraquedas a quase 3 mil metros de altura. Ele foi salvo pelo instrutor Sheldon McFarlane na metade da queda - ele alcançou o estudante e apertou a trava liberando o paraquedas.


Jones publicou no domingo (1º) um vídeo que mostra o incidente, mas o salto foi em 14 de outubro do ano passado. O rapaz classificou como "o momento mais assustador da sua vida" e que o deixou perto da morte.
Vídeo é interrompido quando o paraquedas é aberto, mas ao fim da filmagem o instrutor avisa que o estudante retomou a consciência logo depois de ser salvo e chegou em segurança ao solo. Tudo correu bem depois, disso o instrutor ao Guardian. "Não fazemos isso todo dia, mas parte do nosso treinamento é cuidar dos nossos alunos."


Jones tem epilepsia, mas não tinha histórico de nenhuma convulsão havia quatro anos. Ele foi autorizado para o salto pelo médico particular. Situações de estresse aumentam as chances de ataques epilépticos.

MOLESTADA EM ÔNIBUS, ADOLESCENTE USA WHATSAPP PARA PEDIR AJUDA AO PAI


Uma menina de 16 anos utilizou o aplicativo WhatsApp para pedir ajuda após ser molestada por um homem em um ônibus no Rio de Janeiro. O caso aconteceu na manhã desta terça-feira (3). Em depoimento, a estudante contou que dormiu durante o trajeto e quando acordou um homem estava com a mão por baixo da sua saia. Sem fazer alarde ela o questionou, mas ele não respondeu e continuou sentado no local. 



Sem que o agressor percebesse, a garota pediu ajuda ao pai, que é taxista, por meio de mensagens de texto. "Chama a polícia. Um homem tentou abusar de mim e ele está sentado do meu lado. Eu tô na Gávea, já no ônibus, ele está sentado aqui. Tô com muito medo", Escreveu a adolescente. 

Após receber o recado, o pai conseguiu encontrar a filha próximo ao Jardim Botânico e chamou um segurança de um hospital e uma viatura do Batalhão de Policiamento Turístico (BPTur). O acusado foi encaminhado para a delegacia e vai responder por estupro de vulnerável. A pena é de 8 a 15 anos de prisão.


ITOROROENSE JOSÉ CARLOS MATOS “CAREQUINHA” MORRE EM ACIDENTE NO TREVO DE URUÇUCA


Acidente automobilístico na BR 101, próximo ao entroncamento de Uruçuca, provocou uma vítima fatal. Um veículo Strada cinza, de placas OQN-0789, licenciado em Cícero Dantas, capotou e o condutor do utilitário, o Itororoense José Carlos Matos, 62 anos, morreu, na manhã desta quarta feira (4). Populares disseram que uma pessoa, que andava no acostamento, também foi atingida, informação não confirmada pela PRF que já se encontra no local.

CAATIBA: PRESIDENTE DA EMPRESA DE CALÇADOS BÁRBARA KRÁS VISITA O MUNICÍPIO PARA FECHAR OS ÚLTIMOS DETALHES


DSC_3463-Cópia
Acompanhado do prefeito Junior Mendes, vice Tânia Ribeiro, vereadores e secretários municipais, o presidente da empresa de calçados feminino Bárbara Kras, Roberto, esteve na manhã desta terça-feira, 03, visitando e finalizando os últimos detalhes para instalações da nova Fábrica de Calçados em Caatiba, no galpão onde funcionava a azaleia calçados e que vai gerar cerca de 250 a 300 empregos diretos, com previsão da instalação para os próximos dias.
DSC_3493-Cópia

Acompanhado do prefeito Junior Mendes, vice Tânia Ribeiro, vereadores e secretários municipais, o presidente da empresa de calçados feminino Bárbara Kras, Roberto, esteve na manhã desta terça-feira, 03, visitando e finalizando os últimos detalhes para instalações da nova Fábrica de Calçados em Caatiba, no galpão onde funcionava a azaleia calçados e que vai gerar cerca de 250 a 300 empregos diretos, com previsão da instalação para os próximos dias.
De acordo com o presidente da empresa “A população de Caatiba vai ganhar muito com a chegada da Já ouvimos falar que Caatiba tem uma das melhores mão-de-obra da região e um povo que gosta de trabalhar. O prefeito Júnior e toda sua equipe estão de parabéns pelo empenho e por mais esta conquista. Quero dizer também que, a qualquer momento os nossos maquinários estarão chegando, estamos bastantes ansiosos para que possamos começar logo o trabalho aqui.” disse Roberto. Ascom.nossa fábrica para o município. É uma cidade pequena, mas é muito acolhedora, limpa e organizada. 

RIO DO MEIO : MORADORA PEDE ATENDIMENTO DIGNO PARA O SEU PAI A SECRETARIA DE SAÚDE DO GOVERNO DO BEM III

Monica Borges, moradora do Distrito do rio do meio (Itororó) sem mais alternativas e condições financeiras e emocionais, esteve no hospital Maternidade de Itororó ontem (03) para serem realizados uns curativos em seu pai Antônio que sofre de Alzheimer e tem uma ferida em suas costas e precisa diariamente de novos curativos, mas, o posto de saúde onde reside se recusou a atendê-la em casa e não forneceu o material. A única alternativa de Monica foi trazer seu pai para a Cidade onde foi atendida. 

Infelizmente, Monica que cuida de seu pai com a ajuda de alguns vizinhos, não tem condições de manter seu pai só com a aposentadoria do Idoso de 82 anos. Agora, depois de muito tempo Ela pedi a população de Itororó para ajudar em absorvente geriátrico G, pomadas kollagenas e saf-gel, Medicamentos, e material de curativos. Ajude Monica Borges pelos números. ((73) 9924-5202 / 3265-1811  3267-2323 8111-1132

  • Monica Borges
    Monica Borges


    esse aqui e o testo q eu mandei para o programa '' Eu me chamo Monica e preciso da ajuda de vocês,sei que é um programa sério,e não sei a quem pedir ajuda,cuidei da minha mãe quando adoeceu até o fim da vida dela.e atualmente cuido do meu pai que tem Alzheimer,e devido a essa doença quando internado, adquiriu uma ferida nas nádegas,preciso da ajuda do prefeito ou da secretaria de saúde onde moro,mas não estou obtendo nenhum ajuda,estou gastando muito, só sobrevivo com a aposentadoria do meu pai, e não posso trabalhar porque quem vai tomar conta dele, e o dinheiro que ele ganha não tá dando. E o hospital da região onde moro parece que vai fechar, e agora Celso pra quem pedir socorro,ele já tem mais de 4 anos na cama, e pra você ter uma ideia é uma dificuldade pra conseguir carro pra locomover ele, até a ambulância quando eu preciso é uma dificuldade em arrumar, por isso estou desesperada e precisando da ajuda de vocês.''
  • Monica Borges
    Monica Borges


    essas são as fotos

terça-feira, 3 de março de 2015

ITORORÓ : ARBITRAGEM FORA DE CAMPO




“Manda quem pode, obedece quem te juízo.” Depois de várias denuncias, dos árbitros de Itororó: ( Renilton Oliveira, Bruno Noslasco, Edmilson Amaral, Avilson Teles, e Wanderson Nunes) através de blogs e da rádio Itapuy fm, pedindo ao prefeito Marco Brito que olhassem a favor da classe dos árbitros, com relação a decisão do Sr, Robério, presidente da LADI de excluir os árbitros do campeonato Municipal, não deu em nada.




Depois de  dois anos sem campeonato Municipal e fora do intermunicipal, agora quem vai fica de  fora são os árbitros de Itororó que foram substituídos pelos árbitros de Itapetinga. Que confusão e falta de reconhecimento do Governo do Bem 3.

PUBLICIDADE: ALMOFADAS DE EMOTICONS